Animais selvagens também têm personalidade

Um investigador da Estação Biológica de Doñana, no sul de Espanha, László Garamszegi, estudou os comportamentos de 41 machos papa-moscas, pequenos pássaros selvagens, quando confrontados com fêmeas da sua espécie.

A pesquisa é descrita pelo El País: após analisarem a forma como os machos cortejavam as fêmeas, colocaram uma folha branca de papel nos seus ninhos e verificaram que metade do grupo, por medo desta novidade, perdia o interesse no acasalamento.

Foram depois medidos os níveis de agressividade de cada macho: constatou-se que aqueles que tinham demonstrado medo pela existência da folha de papel tinham menor propensão para atacar. Para testar a vontade de lutar perante potenciais predadores, um indivíduo aproximava-se dos pássaros e aqueles que tinham tido medo do papel eram os primeiros a escapar; fugiam quando a pessoa se encontrava ainda a cerca de 20 metros de distância.

Finalmente, verificou-se ainda que os machos mais agressivos, em relação aos mais tímidos, tinham o dobro de probabilidade de ser capturados. Esta é a primeira vez que foi possível demonstrar que os pássaros selvagens podem ter diferenças de personalidade, um contributo que permitirá estudar com maior profundidade as pressões evolutivas que levam a comportamentos diferentes dos animais da mesma espécie.

Fonte: DN Ciência

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com